Lisboa Palaciana I

Palácio de Santos o Velho

O Palácio de Santos o Velho que pertenceu à casa dos Conde de Vila Nova e Marqueses de Abrantes, constitui um bom pretexto para uma incursão pelos meandros da Lisboa aristocrática. Não apenas pelas vicissitudes por que passou o edifício, que chegou a ser residência real, mas também porque através dele é possível sondar os modos de vida das várias dezenas de pessoas que nele habitavam.

Com Nuno Gonçalo Freitas Monteiro, Investigador Coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Entre as suas publicações recentes destacam-se D. José na sombra de Pombal (2ª ed., 2008), História de Portugal (dir. Rui Ramos, Prémio D. Dinis 2009, 7ª ed. 2012), a  coordenação da História de vida Privada em Portugal -2- Época Moderna (dir. José Mattoso, 2011) e Elites e Poder (3ª ed. 2012).

Revista Atual, Expresso 7 de Julho, entrevista a Rui Ramos coordenador da mais recente “História de Portugal”.

Ponto de Encontro