Lisboa tem música

Histórias da cidade através da música

Um pouco por toda a Lisboa há recantos ligados à música. Lugares, alguns mais escondidos que outros, onde se faz e ensina música.

A estratégia política dita as leis, que por sua vez determinam o ambiente nas ruas, as vidas das pessoas e a cultura do país. Ao longo dos séculos, factores como o grande poder da Inquisição, a vontade de ostentação, a liberdade de expressão ou a repressão determinaram a música que se podia fazer e quem a podia tocar, cantar ou escrever.

Lisboa tem muita música para descobrir! Neste passeio percorremos as ruas e descobrimos a música portuguesa de diversas épocas: a cidade, ora austera, cheia de proibições e medos; ora fervilhante de música e músicos, de salas cheias e público à porta; a maior biblioteca musical da Europa; o centro ibérico da música em Évora e alguns dos mais admirados compositores europeus; um órgão que nos parece banal, mas que na verdade existe apenas da Península Ibérica… Ao longo de quase duas horas encontraremos algumas das personagens mais importantes da nossa história musical, pequenos segredos e curiosidades.

Mergulhamos na história da música erudita, que ilustra, afinal, a história da cultura portuguesa e da relação do poder com a cultura.

Helena Romão nasceu em Lisboa em 1975. É musicóloga e centra a sua actividade na divulgação da música junto do público. Escreve sobre música (notas de programa, artigos, booklets para CD) para instituições e artistas diversos, entre os quais se encontram o Centro Cultural de Belém, o duo Alma Ibérica e a Revista Vírus.

musica_classica-1024x725

Ponto de Encontro