Espiões em Lisboa no Séc. XX

Lisboa nos anos 40

A 2º Guerra Mundial gerou na Europa a movimentação de milhares de pessoas. Muitas chegavam a Lisboa procurando o visto de passagem para destinos seguros, longe da guerra noutros continentes. Lisboa, capital sossegada de um país neutral, transformou-se rapidamente numa cidade cosmopolita, com praças repletas de estrangeiros e nem todos seriam refugiados: a neutralidade de Portugal e esta dinâmica de circulação fazia-o convidativo para o jogo político e a troca de informações de elevado valor envolvendo os principais campos beligerantes.

Nos lobbies e bares dos hotéis como o Hotel Suisso-Atlântico ou Duas Nações cruzavam-se espiões agindo secretamente, recolhendo informações e difundindo outras falsas para o campo opositor. Por estes locais passaram agentes secretos, alguns dos quais duplos. Entre eles destacam-se Juan Pujol cujo papel foi determinante para o final da guerra e Dusko Popov que inspirou o agente secreto inglês Ian Lancaster Fleming a criar a figura de James Bond.

Neste passeio seguiremos os passos destas personagens reais, revivendo episódios extraordinários que tanto influenciaram a história da Europa e Mundo.

Reserve Aqui

Ponto de Encontro

Entrada do Hotel Tivoli na Avenida da Liberdade 185
Mostrar no Mapa

Como Chegar

Paragem de metro mais próxima - "Avenida" (Linha Azul)

Duração

3h

Incluído

Guia
Seguro de responsabilidade civil e acidentes pessoais

Preço

10€ por pessoa
Gratuito para menores de 12 anos
(Preço referente aos passeios regulares)

Observações

Marcação Prévia

COVID-19 - Equipamento de protecção individual
Fornecemos gel desinfectante
Disponibilizamos máscaras